O novo passo da TELEMEDICINA! Análise em tempo real.


O médico viajou e seu paciente, recém operado, teve complicações. Ele chega ao hospital e somente o médico que não está ali pode decidir qual o melhor caminho a seguir naquela ocasião. Uma teleconferência é feita, o diagnóstico é apresentado e o médico que realizou a cirurgia do paciente dá instruções diretas e precisas para aqueles que estão no hospital. Pronto, mais um caso concluído. Esse exemplo prático é apenas uma das vantagens que oferece a telemedicina, um serviço que tem se popularizado nos últimos anos no Brasil e no mundo.

O que é Telemedicina?

A telemedicina é um dos braços da telessaúde, que utiliza meios de comunicação e cibernéticos como ferramenta para democratizar o atendimento e encurtar distâncias. Focada em resoluções de diagnósticos, assistência a pacientes crônicos, idosos e gestantes de alto risco, a telemedicina tem sido altamente utilizada por equipes que atendem regiões ribeirinhas e de difícil acesso no Brasil.

Como ela funciona?

Para que o médico consiga atender o paciente por esse método, os dois precisam ter uma conexão à internet. Além de uma conversa sobre os sintomas, o médico ainda pode solicitar que exames como espirometria, eletroencefalogramas e eletrocardiogramas sejam realizados. Com auxílio de um enfermeiro, é possível enviar esses dados em tempo real para o médico, que pode fechar o diagnóstico imediatamente. Além de reduzir os custos com esse tipo de exame, a telemedicina consegue levar atendimento a regiões distantes, que antes dependiam de mutirões de atendimento ou que os pacientes fossem obrigados a fazer viagens longínquas para conseguir uma consulta.

Como são as análises do quadro clínico?

Com as análises em tempo real, a telemedicina inaugura um novo passo em relação ao futuro da medicina. Se antes as videolaparoscopias dependiam de médico de paciente estarem na mesma sala de cirurgia, com a telemedicina, os dois podem estar em países distintos e, mesmo assim, a cirurgia acontecer de modo satisfatório. Essas operações realizadas robôs controlados remotamente pelos médicos vão se tornar corriqueiras ao longo dos anos. Isso abrirá um leque de possibilidades irrestritas.

Encontrar os especialistas para um problema específico pode se tornar mais fácil. Com a adesão desse tipo de serviço por diversos países, as fronteiras não vão representar mais um processo burocrático por quem busca tratamento.

Quais são as vantagens do uso da telemedicina?

Além de baratear os custos, encurtar distâncias e diversificar o leque de especialistas disponíveis, a telemedicina e a análise em tempo real permite que outra área da saúde seja beneficiada; a educação. Com esse recurso não é preciso que professor e aluno estejam em um mesmo local para o estudo de um caso clínico ou a realização de um procedimento. Sob orientação, o aluno poderá realizar tarefas solicitadas pelo professor. Os resultados, novamente, poderão ser avaliados em tempo real e o melhor diagnóstico ser fechado. Debates, aulas para diversas turmas e conferências também podem entrar na pauta.

Todos esses benefícios proporcionam ganhos para o sistema de saúde como um todo. Além de conseguir atingir diversas regiões, é possível traçar acompanhamentos contínuos dos pacientes, que ganham em atenção e qualidade de atendimento. Se depender do avanço tecnológico, do empenho de alguns médicos e da telemedicina, nenhum paciente ficará sem atendimento e tratamento adequados.

Ficou interessado? Preencha agora sua Avaliação Médica.